Projeto Mais Cidadania

Com o projeto ‘Mais Cidadania’ Átila Alexandre Nunes percorreu diversas cidades levando serviços básicos como acesso à documentação e informações sobre os direitos da mulher. Projetos como este oferecem muito mais do que serviços à população; levam cidadania e dignidade. Com esta ação ele identificou casos que muitos podem considerar inimagináveis nos tempos atuais como, por exemplo, pessoas que não possuem certidão de nascimento. Ou seja, são adultos e crianças que não existem legalmente e, conseguintemente, não têm acesso aos serviços públicos básicos como hospitais, e ao mercado formal de emprego. Com o ‘Mais Cidadania’ estas pessoas foram cadastradas, através da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, para fosse viabilizada a documentação de cada uma delas.

Dia de São Cosme, Damião
Andando hoje pela cidade fiquei muito feliz em ver que a tradição desse dia 27 de setembro continua mais viva
Centro de Cidadania LGBT Sul Fluminense
Em março de 2018, Átila Alexandre Nunes inaugurou o Centro de Cidadania LGBT Sul Fluminense, em Volta Redonda. A unidade
Parceria com universidades para atendimento gratuito às vítimas de intolerância
Para que pudéssemos levar a todo o Estado do Rio atendimento jurídico e psicossocial às vítimas de violência física e